domingo, 21 de maio de 2017

A Semana dos Museus foi celebrado no Museu do Mamulengo com apresentações culturais

Aproveitando que dia 18 de maio é o Dia Internacional dos Museus, preparamos uma programação especial exposição, visitas guiadas e apresentações culturais. A orquestra do Centro Musical de Olinda (CEMO) e o mestre mamulengueiro Tonho de Pombos fizeram apresentações que encantaram o público.

Museu do Mamulengo reabriu as portas com programação especial

O Museu do Mamulengo – Espaço Tiridá reabriu as portas na última segunda-feira, dia 15, com a exposição "Estive lá e voltei", uma referência ao tempo em que a coleção ficou guardada. Na ocasião, o público conferiu, além dos tradicionais bonecos, uma remontagem da coleção, que ficarão dispostos em salas que homenageiam as diversas manifestações culturais do movimento.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Dia Internacional de Museus

Olá!
Em 18 de maio é comemorado o dia Internacional de Museus. Para este momento, o Museu do Mamulengo espera todos vocês para prestigiar a orquestra do Centro Musical de Olinda e a apresentação de Mestre Tonho, um precioso expoente na arte do Mamulengo.
As apresentações começam às 18h e serão realizadas na praça Laura Nigro, que fica em frente ao Museu.
Conto com todos vocês!
Abraço fraterno,
Luciano Borges
Coordenador Geral de Museus

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Convite da Exposição "Estive lá e voltei"

Bom dia a todos!

É com alegria que partilho com vocês o convite da reabertura do Museu do Mamulengo.
Conto com todos vocês.

Abraço fraterno,

Luciano Borges
coordenador geral de museus

sábado, 6 de maio de 2017

Estive lá e voltei. Reabertura do Museu do Mamulengo

Bom dia, a todos!!!
É com imensa alegria e plena satisfação, que venho convidar você,  para a reabertura do Museu do Mamulengo.
A exposição ESTIVE LÁ E VOLTEI retoma a ideia ,de trazer à lume ,o acervo precioso dos mamulengueiro de Pernambuco, que estiveram, por um tempo,  em um repouso simbólico.
A reabertura ocorrerá no dia 15 de maio às 09:30hs.
Espero a presença de todos!
Abraço fraterno,
Luciano Borges.
Coordenador Geral de Museus.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

MUSEU DO MAMULENGO

Inaugurado em 14 de dezembro de 1994, na Rua do Amparo nº 59 - Amparo/Olinda/PE, em um prédio com características ecléticas da arquitetura do fim do século XIX, em estilo colonial, adquirido pela Fundação Pró-Memória e IPHAN em 15 de agosto de 1984.

O MUSEU DO MAMULENGO - ESPAÇO TIRIDÁ, é um espaço artístico, lúdico e mágico. Artístico pela quantidade e qualidade de seu maravilhoso acervo (aproximadamente 1.200 bonecos antigos e contemporâneos), lúdico pelo que oferece ao seu público e mágico porque através dos bonecos o visitante ou pesquisador diversificado penetra num mundo livre e provocador, com uma linguagem própria. Devido a problemas estruturais na sede do Museu, onde apareceram rachaduras nas paredes pela acomodação do terreno e excesso de águas subterrâneas, o Museu do Mamulengo, passa a funcionar, a partir de setembro de 2006, na Rua de São Bento nº 344 - Ribeira/Olinda/PE. Como primeiro museu de bonecos populares do Brasil e da América Latina, divulga o mamulengo e sua tradição como teatro de bonecos da região, singular e expressivo. A criação do principal acervo do Museu do Mamulengo surgiu na década de 70, quando os participantes do Grupo Mamulengo Só-riso, resolveram investir na aquisição de peças dos "mestres mamulengueiros" que falecendo e sem deixar herdeiros de sua arte eram vendidas como peças de decoração.

OLINDA CAPITAL DOS BONECOS

Não foi por acaso que se elegeu a cidade de Olinda (PE) como "Patrimônio Natural e Cultural da Humanidade". Por ela fazer parte de um mundo muito especial, privilegiada por sua natureza ,cuja situação deu origem ao seu nome. Cidade fêmea continua parindo muros e homens que produzem uma cultura marcante desde o século XVI na arte erudita e popular.


Nesse sentido, desde a era colonial a voz de Olinda ultrapassou suas muralhas para ser ouvida no país e no mundo. E foi o povo de Olinda que no seu conceito mais puro deixou as pegadas do seu caminho na arquitetura, nos movimentos políticos, reliosos, artísticos e populares. Desde o início foi e continua sendo uma cidade de poetas e artistas: eles falam melhor da nossa cidade do que nós. São eles que definem através do tempo a nossa identidade cultural e a nossa memória.


Olinda é conhecida também como a cidade dos bonecos: bonecos gigantes, bonecos pequenos, mamulengos e fantoches que traduzem e cantam seus sonhos, suas alegrias e suas tristezas. Nesse universo mágico nossa cidade abriga o primeiro e mais importante museu de bonecos da América Latina, cujo acervo é considerado uma preciosidade, com bonecos do século XIX aos contemporâneos.


Este é um registro importante da arte do mamulengo, da história dos seus artistas e de seus brincantes. É também o reconhecimento de um trabalho pioneiro de resgate das nossas mais puras manifestações populares.


Tereza Costa Rêgo
Diretora do Museu do Mamulengo

Bando de Lampião

Bando de Lampião

Lampião e Maria Bonita

Lampião e Maria Bonita
Tereza Costa Rego

Mestre Tonho

Mestre Tonho

Assalto de Cangaceiros

Assalto de Cangaceiros

Fazenda

Fazenda

Apresentação de Mamulengo

Apresentação de Mamulengo
Mestre Tonho